Dicas || Protegendo sua estante/prateleira de bonecas - Universo Atakima

domingo, 18 de setembro de 2016

Dicas || Protegendo sua estante/prateleira de bonecas

Queridos colecionadores e bonequeiros, hoje eu trouxe uma dica que venho planejando faz um tempão para minhas bonecas. 

Eu sofro de uma coisa que muitos colecionadores sofrem também: falta de espaço e falta de dinheiro (risos). Eu não teria espaço para trocar meus móveis por outros móveis com portas de vidro para armazenar minha coleção e também não teria dinheiro para custear esses novos móveis. Então tinha que me virar com o que eu tinha. E o que eu tinha? Eu tenho uma estante antiga branca sem portas, mas que comporta uma parte da minha coleção. O problema que todos os colecionadores conhecem é a poeira: que gruda no plástico, é difícil ficar limpando toda semana, estraga as peças com o passar do tempo... É um inferninho. 

Essa dica não vai acabar 100% com seu problema, mas vai amenizar pelo menos 90% de tudo e o aspecto estético não vai ser prejudicado (e de quebra ainda protege seus bebês de mãos curiosas. O que eu fiz é simples: criei uma "porta" para minha estante, como pode notar na foto abaixo. 


A porta foi bem simples de fazer e gastei uma tarde para "produzir". Os custos dela também foram bem baratos, não passando de 30 reais todo material necessário. A lista do que você vai precisar e o passo-a-passo se encontra aqui embaixo. Vou tentar ser mais detalhada possível, mas caso role alguma dúvida, pode deixar nos comentários que eu responderei assim que eu puder e o mais rápido também (e também pode deixar no meu inbox da fanpage Um Sofá À Lareira, quando a fanpage desse blog ainda não está no ar). 

  • MATERIAIS NECESSÁRIOS:

- Plástico (pelo menos aqui na minha cidade, esse tipo de plástico é vendido em metro, em lojas de plásticos e até em lojas que vende tecido também. Ele tem de várias espessuras, eu não lembro exatamente quanto mm tem este, mas eu escolhi um intermediário dos disponíveis. Não é bom escolher um fininho, pois ele ficará bem mole e não "armar" como você precisará. E um grosso demais pode ficar feio e muito duro). 

- Velcro (aqui também é vendido no metro, eu peguei um mais fino, mas ainda sim tive que dividi-lo no meio, pois a lateral da minha estante era bem fina). 

- Fita Fixa Forte (aqui eu encontrei em loja de material de construção. Foi o item mais caro da lista, mas foi o único material que testei que realmente grudou o velcro no plástico, sem manchar e sem riscos de soltar na hora que fosse "abrir a porta"). 


- Grampos ou pregos (eu usei um tipo de grampeador industrial que meu pai tinha, mas na falta disso, pode usar pregos com um martelo). 
  • COMO FAZER:

1 - Prepare a superfície. Limpe a poeira, etc. No meu caso só precisei limpar as poeiras que estavam, pois não precisei lixar nem nada. 

2 - Pegue o plástico e meça ele na parte de trás da estante. Na verdade, depende do tipo de estante que você está usando, no meu caso peguei da parte detrás da estante para que ficasse toda vedada. Coloquei o primeiro grampo e estiquei o plástico para pregar o restante. É bom fazer com o auxilio de mais 2 pessoas, pois para ficar o mais bonito perfeito, é bom deixar o plástico o mais esticado possível e fazendo sozinho não dá para esticar. 



3 - Após colocar no fundo o plástico, é hora de colocar a primeira parte do velcro. Escolhi a parte mais "macia" do velcro para ficar na estante. Não passei cola, nem nada. Fui apenas esticando e colocando pregos intercalando no velcro, assim ficando bem firme na madeira.

4 - Depois disso, fui colocando o segundo lado do velcro no que eu já tinha pregado. Com calma e deixando o mais reto possível. Depois de colocado o velcro por cima do lado já pregado, eu usei a fita fixa forte que era dupla face e fui descendo pelo velcro que ficaria no plástico. Passei fita por todo o velcro, com calma para não ficar torto, pois essa fita não tem uma segunda chance (essa fita do demo... grudou uma vez, não tem nada no mundo que a faça desgrudar!). 

5 - Com ajuda de duas pessoas (uma esticando de cada lado do plástico), fui descendo o plástico (que já tínhamos pregado no fundo da estante) e grudando nos velcros, de ambos os lados (ao mesmo tempo, por isso tem que ter paciência e ajuda de duas pessoas para esticar o plástico, se tentar fazer sozinho, ele pode ficar "enrrugado" e estranho depois e não vai ter como corrigir, pois uma vez que a fita gruda no plástico, ela não solta sem estragar a superfície). 

Observação: Eu tentei outras maneiras de colar o velcro no plástico: cola quente (que simplesmente depois de seco, destaca completamente, não adere), Cola de Isopor (acontece o mesmo da cola quente, porém fica manchando o plástico), Super Bonder (não adere direito e mancha o plástico). 

6 - Depois que colado, pressione bem o velcro em toda a extensão. Não precisa esperar secar, então pode fazer o teste puxando a ponta do plástico com cuidado e faça seu teste quantas vezes quiser. Agora é ser feliz e cantar "livre estou"  para as poeiras =) 

Qualquer dúvida, deixe nos comentários. Se forem reproduzir a dicas e postar nas redes sociais, colabore com o blog e deixe esse tutorial como referência. 

Espero que tenham gostado dessa dica, se fizerem, envie fotos para colocar na fanpage do blog <3 i="" nbsp="">

banner
Anterior
Proxima

Assino meus textos como Miaka J. S. Freitas. 

Decolando no curso de Desing pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA. Nas horas vagas procura por Um Sofá fofinho para cuidar dos blogs "Universo Atakima e "Um Sofá à Lareira". Além do canal "Insônia Nerd", aonde perde o sonho com as melhores obras desse universo. 
Estou tentando encontrar o meu próprio espaço para ouvirem minhas ideias e pensamentos meio que "insano" as vezes...
E por ai pela internet afora ainda pode encontrar outros lugares por onde anda meus textos!!

0 recadinhos:


Quer comentar e não tem conta?!
1- escolha a opção Nome/URL
2 - No espaço Nome coloque seu nome ou seu apelido
3 - No espaço URL coloque o link do seu site, blog, vlog, tumblr... (não é obrigatório).

Sejam sempre bem vindos a deixarem comentários, criticas e sugestões. Eles são muito importante para meu caminho como escritora. Com eles poderei saber o se o caminho que estou trilhando esta certo ou se precisa de mudanças. Obrigada por visitar e comentar.

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.