A criação e a poda das Asas - Universo Atakima

quarta-feira, 6 de julho de 2016

A criação e a poda das Asas

Tenho uma péssima mania. Falo péssima, mas ainda não julguei se é bom ou se realmente é ruim. Até que pode ser bom, afinal. Enfim, o processo de julgamento ainda está em andamento.

 Adoro criar coisas novas. Não, não estou querendo me gabar. Não considero criação como talento. É mais um exercício diário. E quando mais se treina, melhor se fica.

Mas a mania em questão não é o "treino", mas sim como eu treino. Preciso dizer que eu amo escrever. Adoro fazer textos. Porém as ideias só fluem quando realmente as escrevo no papel. Esse texto mesmo nasceu primeiramente no papel.

Não é que eu não consiga realmente fazer diretamente no notebook. Mas é muito mais rápido e fluído quando escrevo. Quando escrevo parece que estou construindo alguma coisa. Mesmo que eu risque, descarte, ele, o texto, ainda existe. E amo a ideia e construir algo.

O ruim nem é o lado ambiental, apesar de ter, lógico. Mas é o problema que eu desenvolvi... Tendinite. Uma dor no pulso sem fim, só por causa de um pequeno esforço. Quem manda não saber deixar a ideia fluir diretamente no teclado?

Mas nada substitui a sensação de construir algo novo, de deixar nascer, algo que você mesmo fez surgir. É a melhor sensação que existe e você fica ávido por mais e mais, sempre criar seu mundo e expandir.

E quando você passa um tempo sem criar? Parece que toda a criatividade que jorrava em sua mente se esvai nesse meio tempo. Você se sente inútil e enferrujado. Tudo que você tenta criar, escrever, fazer não te satisfaz, parece que falta alguma coisa que você perdeu nesse tempo que ficou parado. E eu me sinto assim agora.

Passei uma boa parte sem escrever, sem mexer nos meus textos e contos, sem criar um texto novo. Deste do meu ensino médio eu não crio nada exatamente novo. E me sinto cada dia que passo: inútil. Cadê aquelas ideias que jorravam como chafariz e me fazia correr para uma folha de papel e anotar tudo? Quero resgatar essas origens, quero voltar a ser aquela pessoa que criava um universo diferente a cada dia. Mas cada vez o tempo é tomado por outras coisas. Cada vez mais a mente é bombardeada com preocupações e cada vez tem menos espaço para viajar...

Mas vamos resgatar aquele ser criativo de dentro e criar um pouquinho a cada dia. Ele está aqui dentro, em algum lugar, dá para sentir. Sendo sufocado, reprimido pela falta de tempo, de coragem, de vontade em tentar fazer algo novo. Com medo de não ser bom o suficiente, de não ser original o suficiente. Mas isso não importa, de fato.


O que importa é fazer, é tentar, é seguir adiante. E não deixar ser levado por problemas diários de um mundo que tenta podar as asas. 
banner
Anterior
Proxima

Assino meus textos como Miaka J. S. Freitas. 

Decolando no curso de Desing pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA. Nas horas vagas procura por Um Sofá fofinho para cuidar dos blogs "Universo Atakima e "Um Sofá à Lareira". Além do canal "Insônia Nerd", aonde perde o sonho com as melhores obras desse universo. 
Estou tentando encontrar o meu próprio espaço para ouvirem minhas ideias e pensamentos meio que "insano" as vezes...
E por ai pela internet afora ainda pode encontrar outros lugares por onde anda meus textos!!

0 recadinhos:


Quer comentar e não tem conta?!
1- escolha a opção Nome/URL
2 - No espaço Nome coloque seu nome ou seu apelido
3 - No espaço URL coloque o link do seu site, blog, vlog, tumblr... (não é obrigatório).

Sejam sempre bem vindos a deixarem comentários, criticas e sugestões. Eles são muito importante para meu caminho como escritora. Com eles poderei saber o se o caminho que estou trilhando esta certo ou se precisa de mudanças. Obrigada por visitar e comentar.

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.